GeoHab 2015 – Salvador – Bahia – Brasil

Na reunião do GeoHab2014  realizada em Lorne, Austrália, no periodo 5-9 de maio de 2014, foi aprovada a realização do GeoHab2015 em Salvador, Bahia (4-8 de maio de 2015). Esta foi um iniciativa do GT2.1 – Geodiversidade e Biodiversidade dos Substratos Plataformais, do inctAmbTropic. A ida dos coordenadores do GT2.1 à Lorne recebeu apoio  do CNPq , através do edital de promoção de eventos mundiais.


Reunião do GeoHab2014 em Lorne, Austrália

Reunião do GeoHab2014 em Lorne, Austrália


GeoHab (Marine Geological and Biological Habitat Mapping) é uma associação internacional de pesquisadores que estudam as características biofísicas de habitats e ecossistemas bentônicos, como substitutos (proxies) das comunidades biológicas e da biodiversidade. Os principais objetivos destes cientistas são:

1. dar suporte ao planejamento espacial do ambiente marinho, uso sustentado dos oceanos e tomada de decisão,

2. apoiar o desenho de Áreas Marinhas Protegidas (MPAs)

3. conduzir programas de pesquisa direcionados à geração de conhecimento sobre os habitats bentônicos e a geologia do fundo marinho,  e

4. conduzir avaliações de recursos vivos e não-vivos do fundo marinho para fins econômicos e de gestão, incluindo o desenho de reservas de pesca.


Vista dos 12 Apóstolos, no Parque Nacional Port Campbell, próximo a Lorne, e objeto da excursão de campo do GeoHab2014

Vista dos 12 Apóstolos, no Parque Nacional Port Campbell, próximo a Lorne, e objeto da excursão de campo do GeoHab2014



Membros do GT2.1 que participaram do Geohab2014.  A ida dos coordenadores do GT2.1 foi patrocinada pelo CNPq através do edital de apoio à realização de eventos mundiais. Da direita para esquerda: Alex Bastos, Helenice Vital, Tereza Araújo e José M Landim Dominguez. A profa. Tereza Araújo participou do evento com recursos próprios.

Membros do GT2.1 que participaram do Geohab2014. A ida dos coordenadores do GT2.1 foi patrocinada pelo CNPq através do edital de apoio à realização de eventos mundiais. Da direita para esquerda: Alex Bastos, Helenice Vital, Tereza Araújo e José M Landim Dominguez. A profa. Tereza Araújo participou do evento com recursos próprios.


As reuniões anteriores do GeoHab ocorreram nas localidades listadas abaixo. O GeoHab2015 será o primeiro a ser realizado no Atlântico Sul.

  1. 2001 St. John’s

  2. 2002 Moss Landing

  3. 2003 Hobart

  4. 2004 Galway

  5. 2005 Sidney

  6. 2006 Edinburgh

  7. 2007 Nouméa

  8. 2008 Sitka

  9. 2009 Trondheim

  10. 2010 Wellington

  11. 2011 Helsinki

  12. 2012 Orcas Island

  13. 2013 Rome

  14. 2014 Lorne

O GT2.1 espera com esta iniciativa popularizar o uso  das modernas ferramentas de mapeamento do fundo marinho,  junto à comunidade brasileira.

#OceanoTropical #GT21 #Reuniões #Congressos #Biodiversidade

Posts recentes

Ver tudo

ACOMPANHE VIA

EMAIL .

Obrigado pelo envio!

ÚLTIMOS POSTS.